RSS
 

Terno de Reis, Araketu e Diamba agitaram noite no Centro Histórico

Publicação: 06/01/12 | 15H01 - Última Atualização: 06/01/12 | 15H01

Festas contam com apoio do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI)

Hoje, 6 de janeiro, é comemorado o Dia de Reis e ontem (05) no Pelourinho a folia começou cedo, com o Terno Alvorada, quando os componentes se reuniram no Feijão de Alaíde, para aquecer as turbinas antes de iniciar o cortejo. No Largo do Pelourinho, as fantasias eram distribuídas para um público animado que se reúne a cerca de 30 anos. Nos outros largos Araketu e Diamba faziam a festa. A festa entrou pela madrugada com o cortejo do Terno Alvorada até à Lapinha. O Pelourinho estava em uma ebulição festiva.

De acordo com Sue Ribeiro, uma das organizadoras do Alvorada, a festa deste ano teve uma beleza especial. “Estamos comemorando 30 anos de união. São anos de festa, de encontro para confraternizar e nos reencontrar”, explica. Artistas, pessoas que se conheceram na faculdade, profissionais liberais, comerciantes do Centro Histórico e acima de tudo amigos, celebraram a maturidade do Reisado. A produtora cultural Glaucia Santos, desfila há 24 anos. “Moro no Nordeste de Amaralina e venho todos os anos. Acho importante que iniciativas como essas persistam, que novas gerações se apoderem para que essas tradições não morram”, pontuou. Enquanto o Alvorada se organizava para sair em cortejo, nos Largos Pedro Archanjo e Tereza Batista receberam um público sedento por música e diversão. O ensaio do Araketu, sob o comando da vocalista Larissa Luz, agitou o Pedro Archanjo. A musa recebeu a banda Olodum, como convidado especial. “Não tem como tocar no Pelourinho, sem homenagear o Olodum. A banda leva para o mundo o nosso melhor. É uma forma de agradecer”, explica Larissa. O português Mario Fernando Sampaio se dizia extasiado. “É a primeira vez que venho ao Brasil e estou impressionado com a energia do Pelourinho. Esse lugar transpira alegria e emoção”, relata.

O reggae do Diamba recebeu um dos rocks mais tradicionais da Bahia. A Dr. Cascadura se juntou ao grupo comandado pelo vocalista Duda para traduzir a diversidade tão característica do Centro Histórico. “Vamos misturar. Afinal, essa terra maravilhosa faz artistas de todos os estilos. A ideia é celebrar isso”, explica Duda. A estudante de Serviço Social, Denise Boaventura, cantava todas a músicas do Diamba.   “Acompanho o trabalho dos meninos há muito tempo e acredito que o Pelourinho é a tradução desse tipo de música. Um som com forte influência africana acho que este lugar é o mais adequado para receber este som e curtir o reggae”, assegura.

Hoje (06), agitação cultural no Pelourinho segue com o ensaio “Tambores dos Negões”, com a banda Os Negões, no Largo Quincas Berro d’Água; no Largo Pedro Archanjo, com Batifun e Muzenza no Largo Tereza Batista, todos a partir de 21h.

Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI) - órgão da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult/BA) busca, através do Programa Pelourinho Cultural, além de dinamizar as ações culturais no Centro Histórico, incentivar também a produção local, por meio da promoção de eventos realizados pela comunidade. Toda a agenda de atrações do programa tem acesso gratuito ou a preços populares.

Serviço Completo – 06 a 12 de Janeiro


O quê: Batifun

Quando: HOJE (06) l 20h

Onde: Largo Pedro Archanjo

Quanto: R$ 20

O quê: Muzenza

Quando: HOJE (06) l 21h

Onde: Largo Tereza Batista

Quanto: R$ 20

O quê: O Negões

Quando: HOJE (06) l 21h

Onde: Largo Quincas Berro d’Água

Quanto: Gratuito

O quê: Auto de Natal – Entradas e Bandeiras

Quando: HOJE (06) l 17h

Onde: Ruas do Pelô

Quanto: Gratuito

O quê: Lindroamor

Quando: HOJE (06) l19h

Onde: Ruas do Pelô

Quanto: Gratuito

O quê: Filhas de Gandhy

Quando: Sábado (07) l 18h

Onde: Largo Pedro Archanjo

Quanto: Gratuito

O quê: Catadinho do Samba

Quando: Sábado (07) l 21h

Onde: Largo Quincas Berro d’Água

Quanto: Gratuito

O quê: Auto de Natal – Entradas e Bandeiras

Quando: Sábado (07) l 17h

Onde: Ruas do Pelô

Quanto: Gratuito

O quê: Grupo Cultural Caretas de Dodô de Acupe e Bandão Verde Rosa

Quando: Sábado (07) l 19h

Onde: Ruas do Pelô

Quanto: Gratuito

O quê: 37º Aniversário do Bloco Alvorada

Quando: Domingo (08) l 15h

Onde: Largo Tereza batista

Quanto: 400gramas de Leite

O quê: Oficina de Dança Afro Brasileira

Quando: Segunda-feira (09) l 12h às 14h

Onde: Largo Pedro Archanjo

Quanto: Gratuito

O quê: Baile Black Noise

Quando: Segunda-feira (09) l 21h

Onde: Largo Tereza Batista

Quanto: Gratuito

O quê: Lateral Elétrica

Quando: Terça-feira (10) l 21h

Onde: Largo Pedro Archanjo

Quanto: Gratuito

O quê: Missinho

Quando: Terça-feira (10) l 21h

Onde: Largo Tereza Batista

Quanto: Gratuito

O quê: Ensaio dos Afoxés

Quando: Terça-feira (10) l 19h

Onde: Largo Quincas Berro d’Água

Quanto: Gratuito

O quê: Lá vou eu de Verão – Com Tatau

Quando: Quarta-feira (11) l 21h

Onde: Largo Tereza Batista

Quanto: R$ 30

O quê: Simples RAP’Ortagem

Quando: Quinta-feira (12) l 21h

Onde: Largo Tereza Batista

Quanto: Gratuito

O quê: Ijexá da Bahia

Quando: Quinta-feira (12) l 21h

Onde: Largo Quincas Berro d’Água

Quanto: Gratuito

Compartilhar:
  • Print
  • Digg
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • email
  • FriendFeed
  • LinkedIn
  • Live
  • MySpace
  • Netvibes
  • PDF
  • Twitter

Notícias Recentes

+ todas as notícias

 
 

 
 
 
Unidades
Secretaria de Cultura do Estado da Bahia
Palácio Rio Branco, Praça Thomé de Souza, s/n – Centro
CEP: 40.020-010 – Salvador, Bahia.
(71) 3103-3400

Secretaria de Cultura - Governo da Bahia