Fundo de Cultura

13/05/2017 00:10

SecultBA divulga selecionados na 2ª chamada do Edital de Mobilidade 2017

s

O Edital de Mobilidade Artística e Cultural, do Fundo de Cultura da Bahia (secretarias de Cultura e da Fazenda), publica neste sábado (13) o resultado da análise de mérito da segunda chamada 2017 (veja abaixo). Foram apresentadas inicialmente 110 propostas, sendo que 71 delas foram consideradas inscritas e 15 pré-selecionadas para entrega de documentação. Dos proponentes, 10 agendaram atividades de Intercâmbio e Difusão, 2 de Formação Artística e 3 de Residência. As propostas são válidas para os meses de agosto a outubro deste ano.

O Edital permite que artistas e atores da cultura possam circular seus projetos e também realizar ações de intercâmbio e formação, como a fez a cineasta Fernanda Beling, que participou do curso de Direção e Arte na Escuela Internacional de Cine y TV de Cuba, considerada como uma das mais importantes instituições de formação audiovisual no mundo, entre os meses de outubro e novembro do ano passado.

Durante sua “imersão” no centro de estudos, que fica localizado em uma zona rural cubana, ela produziu alguns vídeos que foram disponibilizados no Canal do Youtube Projeto Incubando Novas Ideias e Imagens Plásticas, além de compartilhar a experiência em eventos na Universidade Federal do Recôncavo e na Casa dos 13 Mistérios, em Salvador (Bairro de Santo Antônio além do Carmo).

“Foi uma experiência enriquecedora, seis semanas de imersão estudando cinema”, conta Fernanda Beling, que já participou de diversos projetos independentes de audiovisual, com participação em festivais e está negociando a realização de uma série. Segundo o superintendente de Promoção Cultural da SecultBA, Alexandre Simões, uma das propostas do edital é proporcionar aos artistas vivências e experiências em outras praças do País e fora dele e que esse aprendizado seja multiplicado. “A circulação dos projetos divulga a produção artística e cultural baiana e abre os horizontes dos atores da nossa cultura”.

Nesta edição, foram selecionados projetos dos territórios de identidade Região metropolitana do Salvador, Recôncavo, Chapada Diamantina e Portão do Sertão, envolvendo um total de R$ 250 mil em recursos. A comissão temática do Fundo de Cultura, que avaliou os projetos, é formada por representantes do Ipac – Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural, Funceb (Fundação Cultural do Estado da Bahia), Secretarias da Fazenda e da Cultura, membros do Conselho Estadual de Cultura e da sociedade civil.
A SecultBA proporciona atendimento através da Central de Atendimento Integrado para orientar interessados e proponentes. A Central funciona de segunda a sexta-feira, das 14h às 17h, através do telefone (71) 3103-3489, e-mail mobilidade@cultura.ba.gov.br ou presencialmente, no endereço Palácio Rio Branco, Praça Thomé de Souza, s/n, térreo – Centro, CEP: 40.020-¬010 – Salvador/Bahia.

Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais.

Portaria n° 87 - Resultado Mérito - 2ª chamada


RESULTADO MÉRITO - EDITAL DE MOBILIDADE ARTÍSTICA E CULTURAL 2017 | 2ª CHAMADA


Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.