Cultura

19/05/2017 11:31

Centro Cultural de Plataforma recebe o espetáculo Por que, Zé?

s
Foto: André Frutuôso

Neste fim de semana, nos dias 20 e 21 de maio, sábado, às 20h e domingo, às 17h, a ExperimetandoNUS Cia. de Dança faz curtíssima temporada do espetáculo Por que, Zé?, no Centro Cultural de Plataforma (Praça São Brás). A montagem, assinada pelo diretor e coreógrafo Bruno de Jesus, retoma os palcos baianos, após dois anos de sua estreia e fará apresentações gratuitas. POR QUE, ZÉ? É um espetáculo de dança contemporânea que tenciona a diversidade cultural brasileira em sua corporalidade pulsante.

A coreografia traz para o palco reflexões em torno de ritmos populares como o pagode baiano, o arrocha e o funk carioca, problematizando o preconceito existente em torno dessas expressões culturais, incluindo aquilo que extrapola o movimento, mas envolve o vestir-se, o comportamento, a estética e o visual. A pesquisa de movimento parte do quadril, este que atravessa essas manifestações e que são movimentos fortemente presentes nesses segmentos, numa perspectiva metafórica.

A ambientação criada evoca o ambiente de rodeio, no qual a figura do boi aparece como elemento da cultura brasileira junto ao arrocha, funk, pagode propondo um clima de rodeio, confrontos individuais e sociais cotidianos. Coreograficamente o rodeio se apresenta em vários contextos, tanto nos seus aspectos festivos e de humor, quanto ao olhar crítico e reflexivo sobre questões identitárias.

A curta temporada do espetáculo POR QUE, ZÉ? integra a programação do projeto "Paradezdanças", que conta com o apoio financeiro do Governo do Estado através do Fundo de Cultura da Bahia, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura, contemplada no EDITAL Nº 02/16 – APOIO A GRUPOS E COLETIVOS CULTURAIS, da SecultBA.

O Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais.

SERVIÇO
Espetáculo "Por que, Zé?"

Datas: 20 e 21 de maio
Horário: no sábado, às 20h e no domingo, às 17h
Local: Centro Cultural de Plataforma
Entrada: Gratuita
Classificação: 16 anos

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.