Fazcultura

09/06/2017 16:19

Oficina de produção Cultural oferece aula prática durante show na Concha

O show do cantor Jorge Versilo, que acontece neste domingo (11), na Concha Acústica do Teatro Castro Alves, será também transformado em uma inusitada sala de aula para o fechamento de uma Oficina de Produção Cultural desenvolvida pela produtora Lu Barreto. A programação começa no sábado (10), com aula teórica no Escritório Bahia Criativa, Forte do Barbalho, culminando com a prática, aproveitando a ambientação do evento. A iniciativa dá continuidade ao projeto Circuito Mais Música, patrocinado pelo Governo do Estado, através do Programa Fazcultura (secretarias da Cultura e da Fazenda) e Vivo, com realização da empresa Dacultura.

A oficina contará com a participação de 25 alunos que terão acesso a informações sobre o dia-a-dia da produção cultural, projetos, acesso a linhas de fomento, entre outras. "O show de Jorge Versilo será nossa aula prática. Vamos acompanhar desde as 16 horas a organização, montagem, chegada do público, dos músicos e, enquanto as pessoas estiverem assistindo o show, vamos discutir os detalhes da produção", conta Lu Barreto, que já realizou a oficina também durante o projeto Som na Concha e o Prêmio Braskem.

Segundo ela, as inscrições foram imediatamente esgotadas, sendo oferecidas de forma gratuita. "É uma ação formativa que busca mostrar a experiência ao vivo da produção, desde a chegada do público ao desmonte". A Concha Acústica do TCA completou recentemente um ano de reabertura e tem sido um dos principais palcos para a realização de grandes eventos na cidade.

FAZCULTURA -
Parceria entre a SecultBA e a Secretaria da Fazenda (Sefaz), o mecanismo integra o Sistema Estadual de Fomento à Cultura, composto também pelo Fundo de Cultura da Bahia (FCBA). O objetivo é promover ações de patrocínio cultural por meio de renúncia fiscal, contribuindo para estimular o desenvolvimento cultural da Bahia, ao tempo em que possibilita às empresas patrocinadoras associar sua imagem diretamente às ações culturais que considerem mais adequadas, levando em consideração que esse tipo de patrocínio conta atualmente com um expressivo apoio da opinião pública.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.