Cultura

19/06/2017 10:20

SecultBA capacita 10 Pontos de Cultura para eficiência na prestação de contas

s
Foto: Divulgação

A Oficina de Prestação de Contas para Pontos de Cultura, realizada em Bom Jesus da Lapa, no Oeste baiano, deu continuidade à série de atividades do Programa de Formação e Acompanhamento de Gestores. O trabalho desenvolvido pela Secretaria de Cultura da Bahia, por meio da Superintendência de Desenvolvimento Territorial da Cultura (Sudecult), já capacitou 111 gestores em quatro oficinas realizadas.

O superintendente Sandro Magalhães planejou, com sua equipe de trabalho, a realização das oficinas de prestação de contas como forma de fortalecer continuamente a formação dos gestores dos Pontos de Cultura. O objetivo, afirma Sandro Magalhães, é fortalecer a estrutura e o funcionamento dos 270 Pontos de Cultura sediados em variados territórios e comunidades, conforme estabelecido pela Política Nacional de Cultura Viva.

O trabalho realizado em Bom Jesus da Lapa reuniu 20 participantes, entre os gestores de Pontos de Cultura localizados em municípios do Oeste, a região baiana de maior desenvolvimento econômico. Além de Pontos de Cultura, participaram da oficina a secretária de Cultura de Paratinga, Jaysa Guising, e o vereador Aristóteles Gomes de Sá, da mesma cidade.

Os gestores tiraram todas as dúvidas em relação aos documentos necessários e às exigências na apresentação da prestação de contas. Assim, terão como investir mais tempo na gestão das atividades culturais pois terão resolvido bem a administração do Ponto de Cultura.

METODOLOGIA - A oficina de prestação de contas foi realizada pela manhã, no campus Bom Jesus da Lapa da Universidade do Estado da Bahia (Uneb). Nos dias seguintes, a equipe de servidores da Sudecult tirou dúvidas e capacitou mais gestores ao visitar sete Pontos de Cultura, localizados nos municípios de Ibotirama, Paratinga, Bom Jesus da Lapa, Igaporã e Caetité.

Na metodologia proposta, o conhecimento foi gerado em simulações das prestações de contas: os gestores aprenderam, na prática, como preencher os formulários e anexar os documentos, conforme a Política Nacional de Cultura Viva do governo federal.

Pontos de Cultura são entidades ou coletivos culturais sediados em variados territórios e comunidades, conforme estabelecido pela Política Nacional de Cultura Viva a partir da regulamentação da Lei nº 13.018/2014.

Os técnicos da Sudecult visitaram a trabalho a Cooperativa de Profissionais em Assessoria e Consultoria Tècnica (Ascontec), em Ibotirama, o Centro Cultural do Rio Branco em Paratinga, a Associação Lapense de Capoeira Ginga Bahia, em Bom Jesus da Lapa, o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Igaporã, a Fundação Anísio Teixeira, em Caetité, e a Associação Centro Espírita Aristídes Spínola, em Caetité.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.