Cultura

17/07/2017 10:05

VII Festival de Percussão 2 de Julho acontece no MAB e outros espaços da cidade

d
Foto: Duo Sacramento

Este ano a VII edição do Festival de Percussão 2 de Julho será especial. O Grupo de Percussão da UFBA vai lançar seu segundo cd, o Pagodão Swingueira Dub. O cd foi gravado por estudantes e ex-alunos da instituição, que se reuniram sob a batuta dos maestros Angelo Rafael, do professor Jorge Sacramento e do percussionista Gilberto Santiago, para registrar composições, em sua maioria, escritas exclusivamente para o grupo, com lançamento na noite de abertura do Festival.

O Museu de Arte da Bahia (MAB), museu do IPAC/SecultBA, recebe durante o evento a Oficina Percussão Cênica, na terça (18), às 9h08, e  apresentações artísticas dos grupos Perconvexo (BA), às 11h08, e  TACAP Percussion Amazon (AM), às 17h08. Na quarta (19), tem oficina de percussão colombiana com o grupo Tamborimba, às 9h08, e apresentações de Duo Massayó (AL), às 11h08, e Duo Repercuti (PE), às 17h08. Na quinta (20), Quarteto Fluxos (PA) se apresenta às 11h08, e o percussionista Andy Harnsberger, às 17h08. Sexta-feira (21) é a vez do Duo Quiendá, às 11h08, e do Grupo PercUFAL (AL), às 17h08. Encerrando a programação no sábado (22), o Trio Andurá (BA-SP-SC) se apresenta às 17h08.

Percussionistas de vários estados brasileiros e outros países foram convidados pelos curadores para participarem nos seis dias de programação que acontecerão nos três turnos e em três espaços do centro da Salvador. Pela primeira vez, o Festival vai integrar a música com artes plásticas, já que nas outras edições, fez com dança e poesia. Em um dos concertos, haverá a intervenção do artista Menelaw Sete, que vai pintar, ao vivo, uma tela inspirada na música que estará sendo executada no momento.

Como aconteceram nos anos anteriores, grupos de percussão de outros Estados participarão de oficinas e apresentações, como concertos, se juntando aos percussionistas solistas, os duos e trios. A programação prevê atividades para os turnos da manhã, tarde e noite, com o intuito de que o público em geral possa participar nos horários que lhes forem mais convenientes. As Oficinas estão concentradas no horário matutinos e as apresentações distribuídas durante o dia todo. Dentre os convidados estão o Grupo Tamborimba da Colômbia, o Grupo de Percussão da UFAL (PercUFAL), a solista paulista Nath calan e os renomados americanos Andy Harnsberger e Scotty Horey.

Apesar de ser um festival de música percussiva contemporânea e erudita, tem muito do popular, pois na cultura popular, também está imersa a representação de marimbas, vibrafone, tambores, pratos, bombos, tamborins, atabaques, alfaias e toda a enorme família. O evento promove uma participação de mais de 40 percussionistas, com 8 oficinas, 21 concertos e um público esperado de mais de 1.500 pessoas.



Serviço:

VII Festival de Percussão 2 de Julho
Data: de 17 a 22 de Julho
Local: no Teatro ICBA; na Escola de Música da UFBA e no Museu de Arte da Bahia (MAB)
Período: manhã, tarde e noite
Programação completa: http://www.goo.gl/zDtR4A
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.