Cultura

14/09/2017 13:58

Culinária, música, arte e cultura movimentam o Passeio Público no fim de semana

Além do desfile de pratos, sabores e chefs nos 25 restaurantes que participam do Festival Tempero Bahia, a primeira edição do evento gastronômico também agrega arte, cultura e música, tendo como cenário o belo Passeio Público do Palácio da Aclamação – antiga residência dos governantes baianos -, espaços administrados pela Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (DIMUS/IPAC), uma unidade vinculada à Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA). O Festival Arte e Cultura se desdobra no projeto Música Instrumental com Tempero, com o melhor da música instrumental brasileira, e o Mercado do Passeio, que funcionará dias 16 e 17 de setembro, das 11h às 20h, oferecendo artesanato, produtos da terra e comidinhas da Bahia.

Quem abre a programação musical no primeiro fim de semana do evento gastronômico é a Orquestra Paulistana de Viola Caipira, que se apresenta no sábado, 16, às 17h, com direito a apreciar o pôr do sol. A orquestra será regida pelo maestro Rui Torneze, que valoriza a difusão e a divulgação da música caipira no cenário nacional. Na sequência, às 18h30, é a vez da CPI – Choros e Populares Instrumentais, com a presença de músicos da banda Terra Brasilis, que apresentam um repertório onde entram chorinho, baião, samba e frevo, entre outros ritmos.

No domingo, 17, às 16h30, quem abre a tarde musical é o Maestro Fred Dantas, acompanhado de Davi Brito no trompete, Estevam Dantas no teclado, Reinam Proença no contrabaixo e Lucas Paulo na bateria. Às 18h, o grupo Viola de Arame é quem finaliza a programação, valorizando o mais antigo instrumento de cordas brasileiro, a “viola caipira” ou “viola de arame”.

Tempero Bahia


Tendo como tema ‘Baía de Todos os Santosda carne de fumeiro aos frutos do mar’-, o Tempero Bahia fará de Salvador a capital gastronômica do país, de 14 a 24 de setembro. Nesta sua primeira edição, o Festival firma parceria com a Associação dos Restaurantes da Boa Lembrança, que neste período realizará o XXII Congresso ARBL, trazendo à cidade mais de 50 chefs. O Tempero Bahia contará com 25 restaurantes, de Itapuã até o Centro Histórico, promovendo a culinária, com a participação de chefs de Salvador e de outros estados. O evento – uma extensão do consagrado Tempero no Forte, realizado há 11 anos na Praia do Forte –, é realizado pelo Ministério da Cultura, através da Lei Rouanet, com o patrocínio da Cielo e com o apoio do Governo do Estado da Bahia, por meio das secretarias estaduais de Cultura, Turismo, Comunicação e do Ipac.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.