Fazcultura

28/02/2018 16:00

JAM NO MAM acontece neste sábado no Solar do Unhão

g
Banda Geleia Solar/Foto: Ligia Rizério

Os ritmos jamaicanos darão o tom da abertura da JAM no MAM neste sábado (03), que conta com a participação especial do Grupo Skanibais. Com um som contemporâneo inspirado nas grandes bandas de ska, mas influenciado pela sonoridade das filarmônicas do Recôncavo baiano. O grupo instrumental tem cinco anos de existência e comemora a construção de um repertório variado, com arranjos de clássicos do ska e do reggae, além de composições autorais e releituras da MPB com expressivos arranjos de metais.

Entre os clássicos, o Skanibais traz no repertório músicas como “Xô Xuá” de Riachão, “Santo Rei” de Tim Maia, “Você Não Serve Pra Mim” de Roberto Carlos, e “Muito Romântico” de Caetano Veloso, dentre outras. A banda é composta por João Teoria (trompete e voz), Matias Traut (trombone), Gilmar Chaves (trombone), Ito Bispo (sax tenor), Gleison Coelho (sax alto), Nilton Azevedo (sax barítono), Alan do Grave (contrabaixo), Juliano Oliveira (teclado), Uirá Nogueira (bateria) e Marco Oliveira (guitarra e vocal). O grupo se apresentará logo no começo da noite, antes da banda Geleia Solar assumir o palco e dar início à sua primeira ‘’jam session’’ do mês de março.

A nova temporada da JAM no MAM segue até o dia 12 de maio e tem patrocínio da Stella Artois e do Governo do Estado da Bahia, através do Fazcultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia e o apoio institucional do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia e do Museu de Arte Moderna da Bahia. A JAM no MAM é um projeto da Huol Criações e acontece aos sábados na área externa do Museu de Arte Moderna da Bahia, ao ar livre e de frente para o mar, com ingresso a preço popular (R$ 8,00, a inteira). O projeto oferece performances de música instrumental com a banda Geleia Solar, dedicada a desenvolver uma sonoridade que bebe na fonte da pluralidade de ritmos da cultura popular da Bahia.

As noites da JAM no MAM contam sempre um repertório de standard’s do jazz e da música instrumental brasileira, incluindo aí temas autorais da banda Geleia Solar, que recebe outros músicos sem ensaio prévio, em jam sessions sempre inusitadas e de altíssima qualidade. Em cena, todos criam um mix de baião, samba, frevo, salsa, blues e swing, mesclado ao jazz e à forte tradição percussiva da música local. Ponto de encontro garantido de músicos locais, o projeto atrai artistas de todo o mundo que, de passagem por Salvador, encontram ali um espaço democrático para ouvir jazz com “sotaque baiano” e exercitar a arte da improvisação ao lado de músicos profissionais que são referência no mercado local.

FAZCULTURA – Parceria entre a SecultBA e a Secretaria da Fazenda (Sefaz), o mecanismo integra o Sistema Estadual de Fomento à Cultura, composto também pelo Fundo de Cultura da Bahia (FCBA). O objetivo é promover ações de patrocínio cultural por meio de renúncia fiscal, contribuindo para estimular o desenvolvimento cultural da Bahia, ao tempo em que possibilita às empresas patrocinadoras associar sua imagem diretamente às ações culturais que considerem mais adequadas, levando em consideração que esse tipo de patrocínio conta atualmente com um expressivo apoio da opinião pública.


Serviço

JAM NO MAM

Data: de 03/03 a 12/05, sempre aos sábados.
Onde: Museu de Arte Moderna da Bahia (Av. Contorno, s/n, Solar do Unhão).
Horário: das 18h às 21h.
Ingresso: R$ 8,00 (inteira) e R$ 4,00 (meia) - Vendas no local e no dia do evento, a partir das 17h.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.