Artes

16/01/2019 15:30

Anunciados os indicados ao Prêmio Braskem de Teatro em 2018

g
Foto: Reprodução

A Comissão Julgadora da 26ª edição do Prêmio Braskem de Teatro anunciou, nesta segunda-feira (14), a lista dos espetáculos teatrais indicados em 2018. A mais tradicional premiação das artes cênicas destaca anualmente as melhores produções do teatro baiano em oito categorias: Espetáculo Adulto, Espetáculo Infantojuvenil, Direção, Ator, Atriz, Texto, Revelação e Categoria Especial. De 11 de abril a 23 de dezembro, foram avaliadas 61 peças teatrais baianas profissionais e inéditas, que estiveram em cartaz em Salvador neste período. Este ano, em parceria com o Festival de Teatro do Interior da Bahia, cinco espetáculos concorreram na categoria Espetáculo do Interior.

Os espetáculos vencedores da 26ª edição do Prêmio Braskem de Teatro serão conhecidos durante cerimônia de premiação a ser realizada na sala principal do Teatro Castro Alves. Além do troféu, os vencedores das categorias Espetáculo Adulto, Espetáculo Infantojuvenil e Espetáculo do Interior receberão um prêmio no valor bruto de R$ 30 mil cada, enquanto os demais vencedores serão contemplados com um prêmio no valor bruto de R$ 5 mil cada. O Prêmio Braskem de Teatro é uma realização da Caderno 2 Produções e patrocinado pela Braskem e Governo do Estado, através do Fazcultura, Secretaria de Cultura e Secretaria da Fazenda.

Este ano, integram a comissão que elegeu os destaques de 2018: Adelice Souza, diretora teatral, dramaturga e escritora; Fernanda Tourinho, produtora cultural; Fernando Marinho, músico, ator, diretor, artista visual e presidente do Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado da Bahia (SATED Bahia); Paulo Henrique Alcântara, dramaturgo, diretor teatral e professor doutor da Escola de Teatro da UFBA; e Zuarte Júnior, artista plástico e cenógrafo. E para a seleção dos indicados e premiação à categoria Espetáculo do Interior, formaram a comissão do 3º Festival de Teatro do Interior da Bahia, Cristina Leifer, Drª em Artes Cênicas/UFBA, atriz e diretora teatral; Rosa Villas-Boas, licenciada em Dança/UFBA e Gestora do Teatro SESI Vermelho; e Teresa Costalima, diretora teatral.

CONFIRA OS INDICADOS AO 26º PRÊMIO BRASKEM DE TEATRO:

ESPETÁCULO ADULTO
 As Tentações de Padre Cícero
 Em Família
 Oxum
 Por que Hécuba?
 Teatro La Independência

ESPETÁCULO INFANTOJUVENIL
 Gramelôs e Garatujas
 O Barão Nas Árvores
 O Mundo Das Minhas Palavras
 Ponta D’areia, Pedaço Do Céu
 Quem Vai é O Coelho

ESPETÁCULO DO INTERIOR DA BAHIA
 Encarceradas (Feira de Santana)
 Enquanto os Dias São Mortos (Paulo Afonso)
 Mulheres Malês - Nas Margens do Rio (Lauro de Freitas)
 O Grande Yorick (Ilhéus)
 O Teatro é de Cordel (Jequié)

TEXTO
 Gil Vicente Tavares, por As Tentações de Padre Cícero
 Paulo Atto, por Teatro La Independência
 Vinicius Bustani, por Criança Viada Ou De Como Me Disseram Que Eu Era Gay
 Fernando Santana, por Frida Kahlo
 Wanderley Meira, por O Mundo Das Minhas Palavras

DIREÇÃO
 Diego Pinheiro, por Quasilhas
 Gil Vicente Tavares, por As Tentações de Padre Cícero
 Leandro Santolli, por Consertam-se Imóveis
 Luis Alonso, por Teatro La Independência
 Marcio Meirelles, por Por que Hécuba?

ATOR
 Genário Neto, por Memórias do Mar Aberto - Medéia Conta Sua História, Titus - Uma Reverberação da Obra de Shakespeare e Madame Satã
 João Guisande, por Por Esse Amor e Retratos Imorais
 Lúcio Tranchesi, por As Tentações de Padre Cícero
 Marcos Lopes, por O Barão Nas Árvores
 Rui Manthur, por Enfermaria Nº 6

ATRIZ
 Chica Carelli, por Por que Hécuba?
 Evelin Buchegger, por Teatro La Independência
 Kátia Leal, por As Centenárias e Consertam-se Imóveis
 Marcia Lima, por Medéia Negra
 Vivianne Laerte, por Memórias do Mar Aberto – Medéia Conta Sua História

REVELAÇÃO
 Bárbara Lais, pela Atuação em Jackie – A do Mal ou Nem Tudo é O Que Parece
 Natalie Souza, pela Atuação em A Rede – Memórias Compartilhadas
 Sophia Colleti, pela Direção de Enfermaria Nº 6
 Vagner Jesus, pela Atuação em V de Viado

CATEGORIA ESPECIAL
 Ubiratan Marques e André Oliveira, pela Direção Musical de Quasilhas
 Andrea Rabelo e Joice Aglae, pelo Figurino de Confabulações
 Luciano Bahia, pelo Conjunto das Direções Musicais do Ano de 2018
 Thiago Romero, pela Direção de Arte de Oxum
 Mônica Nascimento, pela Direção de Movimento nos espetáculos O Último Capítulo, O Mundo das Minhas Palavras, Consertam-se Imóveis e Enfermaria Nº 6

Sobre a premiação
O Prêmio Braskem de Teatro, que é uma realização da Caderno 2 Produções e patrocinada pela Braskem e Governo do Estado, através do Fazcultura, Secretaria de Cultura e Secretaria da Fazenda, é um evento tradicional já consolidado no cenário cultural da Bahia e tem o objetivo de valorizar, reconhecer e premiar a produção teatral do estado, abrindo espaço para o surgimento de novos talentos. A premiação, que em 2019 chega a sua 26ª edição, exemplifica a estratégia de atuação social da Braskem na valorização e promoção da cultura e das artes, com foco no desenvolvimento humano.

Sobre a Braskem
Com uma visão de futuro global, orientada para o ser humano, os 8 mil Integrantes da Braskem se empenham todos os dias para melhorar a vida das pessoas, criando as soluções sustentáveis da química e do plástico. É a maior produtora de resinas das Américas, com produção anual de 20 milhões de toneladas, incluindo produtos químicos e petroquímicos básicos, e receita líquida de R$ 50 bilhões em 2017. Exporta para Clientes em aproximadamente 100 países e opera 41 unidades industriais, localizadas no Brasil, EUA, Alemanha e México, esta última em parceria com a mexicana Idesa.

Sobre o Fazcultura
Parceria entre a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) e a Secretaria da Fazenda (Sefaz), o mecanismo integra o Sistema Estadual de Fomento à Cultura, composto também pelo Fundo de Cultura da Bahia – FCBA, CrediFácil Bahia (em parceria com a Desenbahia) além das linhas especiais de apoio, como os Pontos de Cultura e o Carnaval Ouro Negro. O objetivo é promover ações de patrocínio cultural por meio de renúncia fiscal, contribuindo para estimular o desenvolvimento cultural da Bahia, ao tempo em que possibilita às empresas patrocinadoras associar sua imagem diretamente às ações culturais que considerem mais adequadas, levando em consideração que esse tipo de patrocínio conta atualmente com um expressivo apoio da opinião pública.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.