Fundo de Cultura

22/05/2019 00:00

Divulgado resultado de análise de mérito da 1ª chamada do Edital de Mobilidade Cultural 2019

a

A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) divulgou no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (22) o resultado da análise de mérito da primeira chamada do Edital de Mobilidade Cultural 2019.  A relação das propostas avaliadas, incluindo as não selecionadas, está disponível abaixo e no endereço  https://siic.cultura.ba.gov.br/. O período para interposição de recursos é de 23 até 29 de maio.

Nesta edição da chamada pública,  foram apresentadas 71 propostas. Após a análise da Comissão Gerenciadora do Fundo de Cultura da Bahia, 21 delas foram aprovadas, contemplando as categorias Formação artística e cultural (Adulto); Residência artística e cultural; Intercâmbio e Cooperação Cultural; e Circulação, Difusão e Promoção.

No total, serão investidos R$ 362.225,00, sendo que 40% do valor serão direcionados para três territórios culturais do Estado: Chapada Diamantina, Portal do Sertão e Recôncavo. Música (28,5%) e Teatro (9,5%) foram as áreas de concentração que mais receberam projetos.

Os proponentes que tiveram propostas aprovadas devem ficar atentos à convocação para entrega da documentação obrigatória, prevista para ocorrer entre os dias 30 de maio e 08 de junho. O objetivo do certame é apoiar financeiramente a mobilidade de projetos culturais a serem realizados por artistas, grupos, coletivos e agentes culturais baianos, em outros estados brasileiros e países.

Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura em articulação com as Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, geralmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. Modelo de referência para outros estados da federação, o FCBA está estruturado em quatro linhas de apoio,: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Cultural; Fomento Setorial.


Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.