Fazcultura

06/06/2019 11:00

Projeto oferece aula gratuita de Capoeira e acompanhamento pedagógico para crianças e adolescentes

s
Foto: Filipe Sampaio

O projeto Capoeiragem Mirim oferece 100 vagas para crianças e adolescentes entre 5 e 16 anos de Salvador e Camaçari. Por meio da ludicidade, a ação gratuita une acompanhamento pedagógico e valorização positiva das origens culturais, através do aprendizado das habilidades e técnicas da Capoeira. As aulas, promovidas pelo Instituto CTE Capoeiragem, começaram essa semana na Cidade da Luz, em Pituaçu, e no PEC-PHOC3, em Camaçari. O projeto tem patrocínio da Braskem e do Governo do Estado, através do Fazcultura, Secretaria de Cultura e Secretaria da Fazenda.

Ao todo são oito turmas, que serão divididas por idade e turno. O acompanhamento será realizado por pedagogas, que vão promover atividades de português, matemática e outras matérias, vinculadas ao universo da Capoeira. Já a arte marcial será ensinada por professores de Capoeira sob a orientação de Ricardo Carvalho, o mestre Balão, líder do grupo CTE Capoeiragem, unindo música, dança, brincadeiras e técnicas dessa modalidade esportiva.

"O projeto proporciona uma educação humanista, tendo na Capoeira a base para uma formação estruturada, de conhecimento e reconhecimento da cultura afrodescendente, das origens e ensinamentos que se pode extrair das matrizes africanas. Ter esse projeto, que foi criado em 1994 de forma voluntária, patrocinado e com acompanhamento pedagógico sempre foi o meu grande sonho", explica o mestre Balão, organizador da ação e fundador do Instituto CTE Capoeiragem.

O projeto tem duração de 10 meses e também vai proporcionar a troca de experiência com antigos mestres da Capoeira e intercâmbios culturais. Interessados podem se inscrever na Cidade da Luz, em Salvador, e na PEC-PHOC 3, no CEU – Centro de Artes e Esportes Unificados, em Camaçari. As vagas são limitadas.

FAZCULTURA – Parceria entre a SecultBA e a Secretaria da Fazenda (Sefaz), o mecanismo integra o Sistema Estadual de Fomento à Cultura, composto também pelo Fundo de Cultura da Bahia (FCBA). O objetivo é promover ações de patrocínio cultural por meio de renúncia fiscal, contribuindo para estimular o desenvolvimento cultural da Bahia, ao tempo em que possibilita às empresas patrocinadoras associar sua imagem diretamente às ações culturais que considerem mais adequadas, levando em consideração que esse tipo de patrocínio conta atualmente com um expressivo apoio da opinião pública.

SERVIÇO

Projeto Capoeiragem Mirim
Onde: Cidade da Luz, em Pituaçu, Salvador, e PEC-PHOC 3, em Camaçari
Público: Crianças e adolescentes entre 5 e 16 anos
Inscrição: No local da aula
Vagas: 100

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.