Cultura

02/12/2019 15:10

Inscrições abertas para curso Teatro do Oprimido no TCA

s
Foto: Divulgação

O GESTO - Grupo de Estudos em Teatro do Oprimido, com apoio da Fundação de Cultural do Estado da Bahia (Funceb), órgão da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), abre inscrições para o Curso Prático de Formação Básica de Multiplicadores no método Teatro do Oprimido. A ideia é mostrar o legado deste método teatral, fundado pelo diretor e dramaturgo Augusto Boal (1931-2009), cujo pensamento é que todos os seres humanos fazem teatro mesmo de forma inconsciente, em suas ações cotidianas no mundo real prático.

O curso  será dividido em quatro módulos práticos independentes, e serão realizados na Sala da Companhia de Teatro, no Teatro Castro Alves, no período de 7 a 31 de janeiro, de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h, com carga horária de 60 horas para quem fizer os 4 módulos e 15 horas para cada módulo independente. As inscrições são online e acontecem através deste link.

“A proposta essencial do método é democratizar os meios de produção teatral para que o oprimido possa, através da sua própria estética, enxergar a realidade opressora em que está inserido e assim poder transformá-la a partir da sua perspectiva ideológica”, explica Licko Turle, realizador do curso e doutor em Artes Cênicas.

Até a data de 15 de dezembro, o investimento para o curso integral, incluindo os 4 módulos, será no valor de R$ 800,00. Até esta data, quem tiver interesse em fazer os módulos separadamente, investirá o valor de R$ 250,00 em cada módulo. Após 16 de dezembro, o custo será de R$ 1.000,00  para o Curso Integral com 4 módulos e, de R$  300,00 para os módulos individuais.

O Módulo I, que acontecerá de 7 a 10 de janeiro, Introdução ao Teatro do Oprimido com Licko Turle, pretende introduzir o pensamento ético-estético de Augusto Boal e ampliar a visão crítica das influências que a metodologia absorve desde o Teatro de Arena (1956), até as novas concepções que levam a teoria da Estética do Oprimido.

Vale ressaltar que Licko fundou, com Augusto Boal, o Centro de Teatro do Oprimido do Rio de Janeiro (1986) e participou do Mandato de Teatro Legislativo (1993-1995).
O Teatro das Oprimidas com Bárbara Santos contido no Módulo II, constitui a revolução dentro da revolução, uma metodologia que surgiu de dentro de outra metodologia com o objetivo de aprofundá-la, ampliá-la e questioná-la. Esta metodologia de trabalho procura desenvolver a perspectiva artística e a abordagem estrutural em produções teatrais por meio de estéticas feministas. O módulo será ministrado de 13 a 17 de janeiro.

Bárbara, além de autora do livro Teatro das Oprimidas, tem 29 anos de experiência ininterrupta com o Teatro do Oprimido em mais de 40 países.
A  Estética do Oprimido com Cachalote Mattos, do Módulo III, ministrado de 20 a 24 de janeiro, pretende sensibilizar os participantes para o uso do método como meio de expressão e reflexão sobre o contexto em que vivem e trabalham.

Cachalote é mestre em Artes Cênicas pela UNIRIO e cenógrafo pela UFRJ. Consultor de imagem do Centro de Teatro do Oprimido, trabalhou com Augusto Boal entre 1998/2009.
O Teatro-fórum e a função do Curinga com Licko Turle, do Módulo IV, que aconrecerá de 27 a 31 de janeiro, parte do princípio onde o próprio espectador é convidado pelo Curinga a "entrar em Cena" substituindo o protagonista "oprimido(a) e propor alternativas para a situação de "opressão" apresentada na obra. Esta função não é uma tarefa que possa ser executada sem um treinamento específico e ético. O módulo irá demosntrar alguns conceitos e práticas do Curinga.

Serviço


Curso Prático de Formação Básica de Multiplicadores no método Teatro do Oprimido
Quando: 7 a 31 de janeiro 2020, das 9h às 12h
Onde: Sala da Companhia de Teatro do Teatro Castro Alves
Investimento: Até 15 de dezembro: R$ 800,00 (4 módulos) ou R$ 250,00 (cada módulo) | Após 16 de dezembro:  1000,00 (4 módulos) e R$ 300,00 (por cada módulo)
Inscrições: através deste link
Informações: e-mail: gesto.teatrodooprimido@gmail.com | Telefone: 71 2132-6934

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.