Fundo de Cultura

03/03/2020 11:00

IGHB promove curso sobre a urbanização de Salvador

card_IGHB


O Instituto Geográfico e Histórico da Bahia promove de 23 a 27 de março de 2020, das 14h às 18h, na Avenida Joana Angélica, 43, na Piedade, o curso: “Salvador, evolução urbana, eventos históricos e condicionantes naturais”, que será ministrado pelo geólogo, historiador e mestre em Geologia Rubens Antonio, em homenagem aos 471 anos da primeira capital do país.

A proposta é mostrar a associação entre as formas do relevo, suas propriedades, condicionamentos, a urbanização e a História de Salvador. Ao participante será viabilizada a compreensão da geomorfologia de Salvador, da sua escarpa da falha, seus vales, altos, antigos rios, como foram condicionadas e se deram as modificações urbanas de Itapuã a Barra, e desta ao Bonfim.

“Neste passo, perceberemos que, apesar de existido muito  espontaneísmo, o fortuito foi raro. Sem a percepção do espaço, no Tempo, de como sinalizou e condicionou a urbanização, ofereceu possibilidades, aceitou, usou ou derrubou limites, muitas vezes sequer conseguimos inteligir muitos eventos históricos”, explica Rubens. “É dessa forma que este curso aprimora instrumentos que facilitam o entendimento da atualidade urbanística soteropolitana”, complementa o instrutor.

O IGHB é uma das instituições apoiadas pelo programa Ações Continuadas a Instituições Culturais, iniciativa da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) através do Fundo de Cultura da Bahia (FCBA). As aulas terão carga horária de 20 horas e direito a certificação. A inscrição tem investimento de R$ 60,00 (sessenta reais) e deve ser feita no site www.ighb.org.br

Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Cultural e Editais Setoriais. Para mais informações, acesse: www.cultura.ba.gov.br

Programação do curso:
Dia 23 de março, das 14h às 18h
- A origem dos terrenos soteropolitanos – uma longa história
- A Geologia e a Geomorfologia de Salvador
- Os rios de Salvador
- As modificações urbanas de Itapuã a Amaralina

Dia 24 de março – das 14h às 18h
- As modificações urbanas do Rio Vermelho à Barra e à Vitória
- Primeiro povoamento

Dia 25 de março – das 14h às 18h
- A escarpa de falha geológica
- As modificações urbanas do Campo Grande à Castro Alves
- O ataque holandês de 1624

Dia 26 de março – das 14h às 18h
- As modificações urbanas da Castro Alves ao Carmo
- Fundação

Dia 27 de março – das 14h às 18h
- As modificações urbanas do Carmo à Liberdade, do Comércio à Calçada
- Enseada dos Tainheiros - Alagados
- O ataque holandês de 1638
- A Guerra de Independência
- A rebelião Malê
- A sabinada

Serviço
Curso “Salvador, evolução urbana, eventos históricos e condicionantes naturais”
23 a 27 de março, das 14h às 18h
Avenida Joana Angélica, 43 – Piedade
71 3329 4463/6336
Inscrições: www.ighb.org.br
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.