Cultura

03/08/2020 20:50

NOTA DE PESAR - JORGE PORTUGAL

JP

A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia manifesta profundo pesar pelo falecimento do ex-secretário de cultura Jorge Portugal, que esteve à frente da pasta durante o período de janeiro de 2015 a outubro de 2017. Filho de Oxóssi, ele nasceu em Santo Amaro da Purificação, no Recôncavo baiano, em 05 de agosto de 1956. Construiu uma reconhecida trajetória como educador, poeta, compositor e comunicador.

Seu nome se tornou mais conhecido por seu trabalho como professor de língua portuguesa e redação, apresentador e idealizador de projetos educativos e culturais como Aprovado, Tô Sabendo, Circulador Cultural e Manuel Faustino, este último, batizado em homenagem a um dos heróis da Revolta dos Búzios, integrava alunos da rede pública a cursinhos particulares de pré-vestibular. Porém, está também presente na memória afetiva de muitos baianos através de composições de sua autoria como “A massa”, em parceria com Raimundo Sodré, e “Alegria da Cidade”, parceria com Lazzo Matumbi, com quem também compôs “14 de maio”, que traz uma mensagem forte sobre as desigualdades sociais vividas pela população negra.

À frente da pasta da cultura, buscou pensar a área de forma integrada à educação, com ações voltadas para esta transversalidade, como as Escolas Culturais, e idealizou projetos como o Concha Negra e o Janela Baiana, uma celebração à música, cultura e ancestralidade afro baiana no âmbito da Nova Concha Acústica, que foi entregue durante a sua gestão.

A SecultBA solidariza-se aos amigos e familiares, e externa agradecimentos pela contribuição de Jorge Portugal para a pasta, e para a cultura e educação baiana.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.