Cultura

01/09/2021 10:20

Projeto Capoeira do Forte valoriza patrimônio histórico e cultura popular

Projeto Capoeira do Forte
Foto: Fernando Vivas/GOVBA

As secretarias de Turismo ( Setur) e de Cultura ( Secult) do Estado assinaram, nesta terça-feira (31), no Forte de Santo Antônio Além do Carmo, no Centro Histórico de Salvador, o termo de cooperação técnica para a execução do projeto Capoeira do Forte. A parceria visa preservar a fortificação do século XVII e promover ações de valorização da arte popular, com a criação de um calendário de eventos, envolvendo capoeiristas de todas as modalidades.

Segundo o secretário estadual do Turismo, Maurício Bacelar, a iniciativa vai consolidar o forte como equipamento turístico. “Vamos garantir a conservação do patrimônio arquitetônico e elaborar um calendário atrativo para os turistas, com exposições, cursos, palestras e shows de capoeira”.

O projeto prevê a restauração do Forte de Santo Antônio Além do Carmo e a dinamização do espaço, que atualmente abriga sete academias de capoeira. O local vai ganhar infraestrutura turística, para atrair um número maior de visitantes, e o primeiro evento será realizado no dia 16 de setembro, seguindo protocolos de segurança sanitária.  

“São duas secretarias que se unem nesse compromisso do Governo do Estado de valorizar uma arte, filosofia de vida, um símbolo da resistência da raça negra, que é a capoeira “, afirmou a secretária estadual de Cultura, Arany Santana.

A cerimônia de assinatura do termo de cooperação foi marcada por apresentações de capoeira, de samba de roda e do coral de berimbaus, com a participação de baianas e instituições sociais.

“Esse projeto é o reconhecimento da importância de uma das principais manifestações culturais do povo negro e do seu papel no impulsionamento do turismo em nossa terra “, comemorou o cantor, compositor e mestre de capoeira, Tonho Matéria.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.