Fazcultura

04/10/2021 15:10

#Fazcultura – Afrocidade lança o novo single “Topo do Mundo”

capa single

Do alto do morro, o Afrocidade observa as injustiças sociais e comemora o fato de estarem vivos no single, “Topo do mundo”, que será lançado na quinta-feira (07). A faixa apresenta o novo álbum do grupo intitulado “Vivão”, previsto para chegar completo no fim de outubro. Recheada de versos impactantes, narrando vivências e com aquele suíngue, que lhe é peculiar, “Topo do mundo” mostra que a banda nascida em Camaçari na Bahia vai continuar quebrando tudo e justificando o fato de ser um dos nomes mais incensados da cena contemporânea brasileira.

 

Apesar das muitas andanças espalhando sua arte por diversos lugares no Brasil e no mundo, este é de fato o primeiro álbum completo do Afrocidade. A pandemia atrapalhou e adiou projetos, mas agora o grupo se sente pronto para seguir sua história. E segue fazendo o povo dançar, enaltecendo os ritmos africanos e usando suas ideias como um fuzil contra a desigualdade. 

 

“Helicóptero dos milico, bandido envolvido em fraude. Sobrevoa de boa e a playboyzada no playground. Crianças brincam outras morrem na desigual sociedade. Mais um João Pedro se foi nessa falsa liberdade”, afirma um dos trechos. “Todo menino da favela é Deus. Tô cantando e guerreando pelos meus. Só quem viveu sabe o que aconteceu…”, enaltece outros versos. 

 

Com produção da Giro Planejamento Cultural e parceria com a Isé, o projeto tem patrocínio da Natura Musical e do Governo do Estado, através do Fazcultura, Secretaria de Cultura e Secretaria da Fazenda.

 

FAZCULTURA – Parceria entre a SecultBA e a Secretaria da Fazenda (Sefaz), o mecanismo integra o Sistema Estadual de Fomento à Cultura, composto também pelo Fundo de Cultura da Bahia (FCBA). O objetivo é promover ações de patrocínio cultural por meio de renúncia fiscal, contribuindo para estimular o desenvolvimento cultural da Bahia, ao tempo em que possibilita às empresas patrocinadoras associar sua imagem diretamente às ações culturais que considerem mais adequadas, levando em consideração que esse tipo de patrocínio conta atualmente com um expressivo apoio da opinião pública.

 

 

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.