Leitura e Memória

13/10/2021 09:50

Comemorações do Dois de Julho é assunto no podcast Boca de Afofô

bv


Nos tempos dos Caboclos: As comemorações do Dois de Julho é o tema do sétimo episódio do podcast Boca de Afofô. O convidado Hendrik Kraay relata diversas faces das comemorações envolvendo a Independência do Brasil, levando em consideração especialmente os principais personagens do evento, o Caboclo e a Cabocla. 


Diferente do Sete de Setembro, ato formal e militarista, o Dois de Julho é uma festa cívica com forte participação popular. Para Hendrik, “o Dois de Julho é algo realmente sui generis. É uma festa que não há igual no mundo. Não conheço nenhuma outra festa cívica que combine múltiplos aspectos que vão do civismo oficial, ao lúdico, o carnavalesco, ao popular, ao religioso”.


Hendrik destaca que o Dois de Julho e os caboclos representam uma quebra com Portugal, “embora seja uma festa baiana, comunica que a Independência não foi uma dádiva de D. Pedro I às margens do rio Ipiranga”.


Boca de Afofô é um podcast produzido e coordenado pela Biblioteca Virtual Consuelo Pondé (BVCP), unidade da Fundação Pedro Calmon (FPC/SecultBa). E conta com a mediação do historiador e idealizador do projeto, Clissio Santana. Para saber mais, acesse o site da Biblioteca Virtual Consuelo Pondé e ouça o podcast. Disponível também nas principais plataformas de Streamings.


Sobre Hendrik Kraay: Possui doutorado em História pela University of Texas at Austin (1995). Leciona na Universidade de Calgary desde 1997, onde foi chefe do Departamento de História de 2011 a 2016. É especialista em história do Brasil e atualmente desenvolve pesquisas sobre a festa do Dois de Julho na Bahia e sobre o entrudo, seu declínio, e o surgimento do carnaval. Autor de diversas obras sobre a história da Bahia, destaca-se o seu último livro publicado no ano de 2019, sobre a Independência do Brasil na Bahia, Bahia’s Independence: Popular Politics and Patriotic Festival in Salvador, Brazil, 1824-1900.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.