Artes

13/06/2019 16:10

Escola pública de Salvador recebe livros doados pela SecultBA

Q
Foto: Lucas Rosário

Alunos da Escola Municipal Professor Aristides Novis, no bairro Campinas de Brotas, em Salvador, receberam nesta quarta-feira (12), o projeto “O que tem atrás da porta?”, com contação de histórias da literatura africana, negra brasileira e indígena. Na oportunidade, o projeto entregou à unidade escolar a coleção de livros infanto-juvenis “Eu Vim da Bahia”, doada pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA).

Com patrocínio da Braskem e do Governo do Estado, por meio do Fazcultura, a coleção reúne seis publicações literárias que contam as trajetórias de vida de importantes personagens da cultura baiana: Tia Ciata, Theodoro Sampaio, Ana Nery, Milton Santos, Castro Alves e Anísio Teixeira. As obras foram escritas por Mabel Velloso, Ayêska Paulafreitas, Neide Cortizo, Lena Lois, Adelice Souza e Maria Antônia Ramos Coutinho.

“Para a escola é de suma importância acolher este projeto, que estimula o hábito de ler durante a infância. Estamos felizes em receber a coleção que ficará em nossa sala de leitura”, destaca a diretora da escola, Bárbara Ribeiro.

Q
Foto: Lucas Rosário

Entre as 100 crianças que participaram da atividade estavam Iara Santos, de 10 anos, e Luís Felipe Reis, de 9 anos, alunos do quarto ano do Ensino Fundamental.  Atentos às histórias contadas pela idealizadora do projeto, a pedagoga e escritora Helena Vitória dos Santos, eles aprovaram a iniciativa. “A programação de hoje aqui do colégio foi muito boa e nos divertimos bastante. Queremos que tenha mais atividades assim”, afirmaram os estudantes.

Outras escolas da Região Metropolitana de Salvador também receberão o projeto e os livros da coleção. “Precisamos agregar mais valor a leitura, principalmente entre as crianças, que precisam desse referencial do que é ser baianas, nordestinas. Por isso, vejo essa atividade como essencial, já que elas levam todo o aprendizado para suas casas e podem compartilhar com outros amigos e colegas”, reforça a idealizadora do projeto.

Em conjunto com a contação de histórias e a entrega dos livros, a Escola Municipal Professor Aristides Novis recebeu também outras iniciativas de promoção da leitura: a oficina “Quantos Mundos Encantados Cabem em Nós”, organizada pelo projeto Revivart e a biblioteca móvel Livr’Andante.

Fazcultura – Parceria entre a SecultBA e a Secretaria da Fazenda (Sefaz), o mecanismo integra o Sistema Estadual de Fomento à Cultura, composto também pelo Fundo de Cultura da Bahia (FCBA). O objetivo é promover ações de patrocínio cultural por meio de renúncia fiscal, contribuindo para estimular o desenvolvimento cultural da Bahia, ao tempo em que possibilita às empresas patrocinadoras associar sua imagem diretamente às ações culturais que considerem mais adequadas, levando em consideração que esse tipo de patrocínio conta atualmente com um expressivo apoio da opinião pública.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.