Cultura

17/03/2020 16:40

Espaços da SecultBA suspendem atividades por medidas de enfrentamento ao Coronavírus


O Governo do Estado decretou uma série de medidas temporárias para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus. Devido aos casos confirmados em Salvador, Feira de Santana e Porto Seguro, foram determinadas providências específicas e que serão de imediato adotadas pelos espaços, largos, salas, bibliotecas, teatros, museus e forte administrados pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) e unidades vinculadas nestes municípios. A suspensão das programações e do funcionamento dos espaços tem a validade de 30 dias.

Em função da determinação que impede eventos com a presença de público superior a 50 pessoas, ainda que previamente autorizados, tais como shows, feiras e afins, a programação cultural está suspensa nos largos do Pelourinho, no Complexo Castro Alves, teatros, museus e nos centros de cultura localizados nas cidades citadas pelo decreto.

Público com ingressos já adquiridos deve verificar as políticas de devolução específicas do ponto de vendas ou plataforma utilizada para a compra, ou diretamente com a produção dos eventos.

Também está suspensa visitação aos museus administrados pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC), e as bibliotecas públicas do Sistema Estadual de Bibliotecas, o Memorial dos Governadores e a Casa Afrânio Peixoto, administrados pela Fundação Pedro Calmon (FPC). No caso das Bibliotecas da Bahia, a renovação de livros pode ser feito pela internet no endereço:  www.acervo.fpc.ba.gov.br.

A Fundação Cultural do Estado da Bahia suspendeu o funcionamento da Sala Walter da Silveira, das visitas guiadas à Cinemateca da Bahia e as aulas da Escola de Dança da Funceb  e em seus Núcleos de Extensão – em Lauro de Freitas, Engenho Velho de Brotas e no Nordeste de Amaralina, além dos espaços do complexo Teatro Castro Alves (Sala Principal, Sala do Coro, Concha Acústica e etc.).

A recomendação dos órgãos e profissionais de saúde é que a população permaneça em casa o máximo possível para evitar a propagação do vírus. Confira informações e orientações sobre o COVID-19.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.